Notícias

01/06/2012

Dia 1º de junho - Site da Prefeitura de Piracicaba

 Parque público da cidade será inaugurado domingo

Autor: Flávia Paschoal e Marisa Massiarelli Setto // Toda Mídia Comunicação
A Aguassanta Desenvolvimento Imobiliário (DI), em parceria com a Prefeitura de Piracicaba, recuperou uma área de 87 mil metros quadrados, totalmente degradada, e transformou o local no maior e mais moderno parque público de Piracicaba. O Parque Jequitibá, que fica na saída para Limeira, a cinco minutos do Shopping Piracicaba, será apresentado à população neste domingo, a partir das 8h, com corrida e caminhada. Em seguida, o prefeito Barjas Negri fará a inauguração oficial e entregará os prêmios aos vencedores da corrida.

O projeto foi pensado de forma especial, com a incorporação de conceitos estéticos, ambientais e funcionais. A forma como o espaço foi formatado mostra a eficiência do modelo de composição de investimentos adotado para viabilizar o projeto. A área foi transformada em um parque que agrega equipamentos de lazer e um belo projeto paisagístico, feito com enriquecimento florestal e a preservação de características locais.
Também foram instalados playground (com casa do Tarzan, corda bamba, balanços, etc), área de descanso e espaço para ações de educação ambiental.

A trilha projetada para caminhadas tem 1.800 metros e entre os equipamentos de ginástica, que serão disponibilizados aos usuários, estão o alongflex, remador, legpress, jogo de barras e bicicleta horizontal.

“O parque possui uma localização privilegiada, próximo ao Alphaville, ao Villa D’Áquila, à Fatec (Faculdade de Tecnologia de Piracicaba) e à sede da Raízen em Piracicaba, joint venture formada entre a Cosan e a Shell. E, o mais importante: mantém características típicas da região, que tem como principal cenário o Rio Piracicaba”, diz Murilo de Araújo e Almeida Filho, diretor da Aguassanta Desenvolvimento Imobiliário.

O Parque Jequitibá contribui para melhorar a qualidade de vida do município. Na opinião do professor Sergius Gandolfi, do Departamento de Ciências Biológicas da Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), toda a iniciativa voltada para a recuperação de áreas degradadas tem impacto relevante sobre o sistema.

Segundo o especialista, quando se trabalha a recomposição florestal, a recomposição de matas ciliares, obtém-se resultados práticos de proteção real a mananciais, por extensão à vida do cidadão que reside ou trabalha nesses entornos.

O professor vai além e cita direitos constitucionais do cidadão, ao bem estar e ao lazer. “Projetos dessa natureza, que incluem recuperação de áreas e arborização, favorecem o conforto térmico, o lazer e ainda criam demanda por mão de obra especializada para cuidar dessas áreas, ou seja, também têm uma amplitude social.”

(http://www.piracicaba.sp.gov.br/goto/store/texto/20746/parque-publico-da-cidade-sera-inaugurado-domingo)